Logo Principal

A sua Certificadora

Certificado SSL: Entenda Sua Importância

O Certificado SSL se trata de uma declaração virtual que comprova a identidade de uma página da internet que possibilita, assim, a navegação criptografada. O termo SSL significa Secure Sockets Layer que, em tradução livre, quer dizer "camada de sotaque seguro".

 

Companhias e instituições necessitam acrescentar certificados SSL ao seus sites a fim de proteger as transições virtuais (diminuindo as chances de vazamentos), e preservar a privacidade e segurança dos clientes. 

 

Em outras palavras, o SSL é responsável por assegurar as conexões de Internet e proíbe que bandidos invadam dados a fim de modificarem as informações transferidas entre dois complexos. Agora, vamos entender um pouco sobre como ele funciona.

 

Como o certificado SSL funciona

O SSL assegura que nenhum dado seja lido durante a transferência entre computadores. Para garantir que ambos sistemas estejam protegidos, ele utiliza a criptografia de algoritmos. Assim, as informações são embaralhadas, o que impede a compreensão dos hackers. 

 

Esses dados podem ter informações pessoais e que podem causar sérios problemas se vazados, como endereços, nomes, e números de cartão de crédito ou demais dados financeiros.

 

O processo de segurança acontece da seguinte forma: 

 

  • Primeiro passo é o navegador tentar se conectar a um site que contém a proteção pelo certificado SSL. Logo após, há uma solicitação para que esse servidor Web se identifique mediante o envio de uma cópia do seu certificado SSL para o navegador.

  • O navegador, então, confirma que o certificado SSL é confiável. Caso seja, ele sinaliza ao servidor, que então retorna uma confirmação assinada virtualmente, para assim iniciar uma sessão criptografada por SSL.

  • Os dados cifrados são compartilhados entre o navegador e o servidor Web.

 

Mesmo que pareça mega demorado quando explicamos como funciona, todo o processo ocorre em questões de milissegundos.

 

Por que preciso de um certificado SSL?

A esse ponto, você já entendeu que os sites necessitam de certificados SSL para manter a segurança dos usuários. Porém, eles também servem para confirmar a propriedade do website, impedindo que hackers criem uma página falsa para atrair clientes, e demonstrar aos usuários que aquela página é segura. 

 

Quando o site pede aos usuários que insiram dados pessoais em páginas de login, como números de cartões, data de nascimento ou nome de familiares, é primordial manter esses dados confidenciais. Neste sentido, o certificado SSL surge como agente responsável por manter a segurança e garantir a privacidade/autenticidade do site. 

 

Para as companhias, o fato mais importante é que o SSL é exigido para um endereço Web HTTPS, que é a forma segura do HTTP. Ou seja, os sites HTTPS possuem seu tráfego criptografado pelo certificado de segurança. 

 

Grande parte dos navegadores categorizam os portais HTTP como não sendo seguros – em outras palavras, sem certificação SSL. Isso acaba servindo como um alerta para os usuários, que podem identificar a confiança no portal a partir dessa pequena avaliação.

 

Como conseguir um certificado SSL?

Eles podem ser obtidos com a ajuda de uma autoridade de certificação (CA, Certificate Authority). Ademais, as autoridades de certificação emitem constantemente os certificados SSL, uma vez que está se tornando uma exigência para a maioria das companhias. 

 

O custeio de um certificado SSL costuma variar de acordo com o nível de segurança que o cliente necessita. Dessa forma, a partir dessa definição o profissional será capaz de indicar a melhor solução para o seu caso.

 

Para conseguir seu certificado SSL, é preciso passar por algumas etapas, como:

 

  1. Preparo e configuração do servidor, a fim de garantir que o registro WHOIS está atualizado e seguindo o que você está mandando para a autoridade de certificação.

  2. Emissão do pedido de assinatura do certificado em seu servidor. Esta ação, em especial, a companhia de hospedagem contratada pode auxiliar. 

  3. A terceira etapa é enviar à autoridade os documentos necessários para que haja a validação do seu domínio e de sua companhia.

  4. O último passo é instalar o certificado fornecido no momento em que o processo estiver finalizado. 

 

Com o certificado em mãos, será necessário configurá-lo em seu hospedeiro Web, ou mesmo em seus próprios servidores. Vale ressaltar que a velocidade de emissão do certificado varia conforme a necessidade do cliente.

 

O que fazer após o certificado SSL expirar?

Os certificados não duram para sempre, então é preciso estar atento a esta questão. Para garantir que todos os domínios estejam de acordo com a regularização, o Certificate Authority/Browser Forum atua como uma espécie de órgão regulatório. Segundo eles, nenhum certificado SSL deve ultrapassar a marca de 27 meses (2 anos e 3 meses). 

 

Eles expiram devido à necessidade do hospedeiro em atualizar as informações de seu domínio, a fim de confirmar se ainda são precisas. Quando a data de validade chega, o site em questão fica inalcançável, informando o usuário de que aquele portal não é seguro. 

 

Todas as autoridades em certificação SSL enviam um informa notificando que a expiração está próxima. Em geral, as notificações costumam ser enviadas em intervalos periódicos com 90 dias de antecedência.

 

 

A cada dia que passa os riscos à cibersegurança aumentam. Por isso, compreender os tipos de certificados SSL é fundamental para evitar complicações futuras. Soluções pensadas para otimizar contato entre pessoas e empresas, a MCF oferece serviços eletrônicos que proporcionam facilidade, praticidade e segurança para seus clientes. 

 

Confie em uma certificadora que torna o digital acessível para suas necessidades; entre em contato conosco e otimize o seu tempo. Clique aqui